Técnica de enfermagem se emociona ao aplicar vacina contra a Covid nos filhos: “Tinha medo de perdê-los”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Técnica de enfermagem há 13 anos, Francicleide de Aguiar Santos Rodrigues conta que viveu um dos momentos mais emocionantes da carreira no último domingo (22). Ela vacinou os dois filhos, Ana Kariny, de 19 anos, e João Pedro, de 18, contra a Covid-19.

“Estou trabalhando desde o início da pandemia. Vi muita coisa acontecer, muita gente morrendo. A gente esperava muito por esse momento”.

A técnica de enfermagem conta que, na hora da aplicação, lembrou de todos os pacientes da idade dos filhos que viu partir. “Lembrei do medo que eu tinha de perdê-los e daqueles que não tiveram a oportunidade de se vacinar”.

A vacinação aconteceu no ginásio Pedro Ciarline, em Mossoró, capital do Oeste potiguar. De acordo com Francicleide, ela apenas acompanhava os filhos quando uma colega perguntou se ela queria administrar as doses.

“Ela perguntou aos supervisores se podia e eles liberaram. Aí eu apliquei. Fiquei nervosa na hora, porque não fui preparada, mas deu certo. Me senti emocionada”, conta.

Francicleide foi vacinada no início do ano, quando a vacinação foi aberta para profissionais da saúde. “Quando chegou a minha vez de tomar a vacina, meu desejo era que fosse primeiro pra meus filhos e meus pais. Se eu pudesse, teria passado a minha dose pra eles”, afirma.

A profissional está na linha de frente desde o início da pandemia. Hoje, depois de ver tanta gente partir, ela afirma que já consegue enxergar uma luz no fim do túnel. “Ninguém é mais o mesmo, principalmente nós, que vivemos e lutamos de perto essa guerra. É um misto de sentimentos indescritível. Passa um filme na nossa cabeça. Houveram dias que pensamos que não teria fim, mas terá sim. O fim está chegando”, comemora.