Processo para o porte de arma institucional da Guarda Municipal avança e chega à última fase

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Na tarde desta terça-feira (24), foi assinado o Termo de Cooperação Técnica e Plano de Trabalho, que regulamenta o porte institucional de arma de fogo da Guarda Municipal, avançando o processo para o curso de tiro (última fase). O documento foi assinado pelo prefeito Allyson Bezerra na sede da Superintendência da Polícia Federal em Natal/RN.

O porte institucional era um sonho da categoria, que aguardava o momento há mais de nove anos. O processo para o porte foi iniciado em fevereiro deste ano, passando por uma série de etapas e agora alcançando a última fase. O chefe do Poder Executivo, Allyson Bezerra, destaca a importância do equipamento para a segurança da cidade.

“Nós reconhecemos o papel importante da Guarda Municipal para a população mossoroense, trazendo proteção para nossos prédios públicos, nossos equipamentos, proteção para as pessoas no dia a dia com trabalho ostensivo. A população entende que as equipes trazem segurança para a cidade. Vamos continuar com o trabalho de forma integrada para que o porte se concretize, pois quem ganha com isso é a população de Mossoró”, comentou.

Allyson lembra ainda que “no início da gestão fizemos uma renovação da frota de veículos da Guarda Municipal. Hoje temos uma frota nova, mais equipada. Já distribuímos novos fardamentos, mas nós queremos que toda a Guarda Municipal tenha um fardamento completo e isso soma com o porte institucional”, disse.

Guarda Municipal há nove anos, Diego Jales relatou a representatividade do porte institucional para a categoria. “É um momento ímpar. Representando toda a categoria agradeço por esse momento. São quase 300 guerreiros trabalhando dia a dia, lutando pelo porte institucional. Muito agradecido por essa conquista que antes era um sonho e agora vira realidade”, enfatizou.

Titular da pasta, Cledinilson Morais diz que a assinatura do termo “é mais um passo dado para armar a Guarda. O porte vem para auxiliar esses guerreiros no trabalho ostensivo que vem sendo desenvolvido na cidade. Vamos trabalhar para levar mais segurança para a cidade”, narrou.

“Com o porte institucional vamos dar mais segurança para o cidadão mossoroense. Hoje entramos para a última fase para o porte institucional. Agora vamos dar início ao curso de tiro para a formação dos nossos guardas”, ressaltou Thiago Fernandes, comandante da GCM.

“A superintendência da Polícia Federal faz o controle em relação ao porte de armas funcional e autoriza a Guarda Municipal a ter a ferramenta de trabalho para a utilização da segurança pública municipal” explicou Luís Carlos, superintendente regional da Polícia Federal.

“O trabalho que hoje desenvolvemos nos equipamentos públicos é uma realidade. Há bastante tempo a população mossoroense sonhava em visitar os mercados públicos e contar com a presença da Guarda. Hoje o cidadão visita os mercados e se sente mais seguro com a presença da Guarda Municipal nas unidades” finalizou Allyson Bezerra.

Estiveram na celebração da assinatura do termo Cledinilson Morais, secretário de Segurança; Bruno Martins, secretário de Comunicação; Luís Carlos, superintendente regional da Polícia Federal e o vereador Tony Fernandes, representando a Câmara Municipal de Mossoró.