Anvisa altera regra e vacina da Pfizer pode ser aplicada fora das capitais

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) alterou as regras para armazenamento e conservação da vacina da Pfizer contra o coronavírus nesta 6ª feira (28.mai.2021). Agora, o imunizante pode ser mantido em temperatura controlada (de 2º a 8ºC) por até 31 dias. O prazo anterior era de 5 dias.

Com a mudança, a vacina da Pfizer poderá ser aplicada fora das capitais brasileiras. Antes, a distância e o curto espaço de tempo em que o imunizante se mantinha viável atrapalhava o transporte e uso em outras cidades.

A alteração foi publicada no Diário Oficial da União (íntegra – 429 KB) desta 6ª feira (28.mai). O pedido de mudança tinha sido apresentado pela Pfizer na semana passada.

Para conceder o requerimento da farmacêutica, a Anvisa avaliou estudos de estabilidade da vacina. Segundo a agência brasileira, “os estudos de estabilidade servem para definir por quanto tempo e em quais condições a vacina mantém suas características sem alteração“.

Com a liberação, a vacinação em cidades mais distantes da capital do Estado devem avançar em suas campanhas de vacinação contra a covid-19. Na 4ª feira (26.mai), o Ministério da Saúde já permitiu que a vacina da Pfizer fosse distribuída para além das capitais. O critério para uma cidade receber as doses era estar a uma distância de 2h30 da capital do Estado.

Depois da nova resolução da Anvisa, o Ministério da Saúde comemorou a expansão da distribuição do imunizante. “A decisão permite que milhares de cidades brasileiras possam receber a vacina da Pfizer!“, disse em nota.

O Brasil recebeu até o momento 3,4 milhões de doses da vacina da Pfizer. O último lote a chegar ao país foi de 629.400 doses, na 4ª feira (26.mai). De acordo com o ministério, mais 2,3 milhões de doses devem ser entregues “nos primeiros dias de junho”.

O governo federal comprou 200 milhões de doses do imunizante norte-americano em 2021. A expectativa é que todas elas sejam entregues ainda neste ano.