Adolescentes fazem busca intensa pela imunização da Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A vacinação contra a Covid-19, dentro do programa “Mossoró Vacina”, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), destinada a adolescentes sem comorbidades em Mossoró, está superando às expectativas do município. Atualmente, está sendo atendida a faixa etária de 14 anos ou mais.

Segundo o coordenador de Imunizações de Mossoró, Etevaldo Lima, a vacinação está sendo um sucesso, haja vista que a procura por parte dos adolescentes é muito intensa. “O programa Mossoró Vacina tem sido um sucesso, o público-alvo atual, adolescentes, tem comparecido aos locais de vacinação acompanhado dos pais ou responsáveis. Destacamos que a vacina é segura, eficaz e recomendada pela Organização Mundial da Saúde e Organização Brasileira de Imunizações”, reforçou.

Etevaldo lembra que é necessário levar documento oficial com foto, original e cópia, do adolescente e do responsável legal e comprovante de residência, também original e cópia. O cadastro no RN Mais Vacina deve ser feito pelo responsável legal. A vacinação para os adolescentes está acontecendo no ginásio do SESI.

DOSE DE REFORÇO – O município iniciou no último sábado (18) a vacinação da terceira dose ou dose de reforço para idosos institucionalizados. No sábado, a vacinação aconteceu no Instituto Amantino Câmara. De acordo com Etevaldo, hoje (20) está acontecendo a vacinação de reforço da Covid para idosos acima de 70 anos que se encontram acamados.

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão realizando um levantamento para identificar este público para ser vacinado. Etevaldo acrescenta que para ter acesso à dose de reforço, o idoso precisa ter tomado a 2ª dose ou dose única há seis meses.

Coordenador de Imunizações, Etevaldo destacou que o município está realizando uma busca ativa pelo público acima de 18 anos que ainda não tomou a 1ª dose e também por pessoas que tomaram a 1ª dose e não retornaram para completar a imunização com a 2ª dose. “Existe um número considerável de pessoas acima de 18 anos que ainda não tomou a 1ª dose e de pessoas que estão com a 2ª dose atrasada. O município está realizando uma busca ativa para identificar essas pessoas para que possam ser vacinadas”, reforçou Etevaldo.